Apresentamos a Teoria do Resto como um viés para o que chamamos de falência do cristianismo. Através da TDR podemos entender o que está acontecendo com o senso crítico religioso dos indivíduos que se denominam cristãos. Não somos uma nova religião, não temos o interesse de tirar pessoas de dentro das igrejas, estamos argumentando sobre o crescimento de igrejas cristãs e o pouco interesse dos cristãos em saber o porquê do separatismo entre elas (igrejas cristãs). Não cremos que religião não se discute e tampouco que a discordância dentro dela seja tão tradicional a ponto de ser aceita. O povo de Deus não é o mesmo, e aí já temos o primeiro e grave problema. Se o amor de Cristo é pregado por todos os cristãos, porque então existem tantas igrejas cristãs diferentes?

Não vamos entrar na questão do comércio religioso que o cristianismo se tornou. O problema maior está na indiferença dos membros dessas igrejas, ninguém se importa em frequentar uma igreja que não reconhece o povo de Deus como um só ou que todo cristão está certo. O entendimento da bíblia é o principal ponto de discórdia, então a solução foi fazer uma igreja para cada um (parece cômico, mas é triste). Vamos deixar bem claro que a TDR não usa a bíblia como livro de estudo (porém a conhecemos muito bem) e muito menos como padrão para dizer como seguir a Cristo. Nós acreditamos que nossa Realidade é nossa religião e por assim ser, você é o único responsável por sua vida. Estamos analisando o cristianismo para mostrar que não é dele que virá sua felicidade, e de nenhum outro movimento religioso que pregue o sobrenatural para os problemas reais da vida.

© 2019 Teoria do Resto. Todos os Direitos Reservados.